Quadras Soltas

Augusto Gil


(Parte do capítulo chamado Canção das Perdidas
do livro
  "O Canto da Cigarra".)

Há no mundo quem afronte
Uma mulher, quando cai. 
Nasce água pura na fonte
Quem a suja é quem lá vai.

Se aquilo que a gente sente
Cá dentro, tivesse voz
Muita gente, toda a gente
Teria pena de nós.

Quem por amor se perdeu
Não chore, não tenha pena
Uma das santas dos Céus
Foi Maria Madalena.

 











*Laur@´s Poesias



Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!






|| Grandes Poetas Índice || Poesias dos Grandes Poetas ||



|| Menu Principal || Menu Principal das Poesias ||




Get a MIDI Plug-in


Webmaster & Design Iraima Bagni / Copyright © 1999 / *Laur@´s Poesias®.
Todos os direitos reservados.

Editada em:23/07/2001