Iza

O tempo passou
deixando suas marcas
gravadas no corpo, na alma,
como a dizer... sou seu dono,
de mim, não fugirá.
Nasceu o sentimento
tão triste da rejeição
pelas marcas do tempo.
De você, pelo descaso
pela não aceitação.
Mudamos...
Envelhecemos e modificamos
o pensar, o sentir, o falar.
A insegurança voltou
mais forte, marcante.
Mas o coração....
Ah!! Este é o mesmo!
Forte, valente, sofrido,
querendo, buscando, sentindo...
Ainda amo...
O meu corpo marcado,
os seus olhos magoados,
o pensar, o sorrir.
Percebo agora o tempo passando...
Mas eu ainda vivo!
Estou aqui!


(Repasse com os devidos créditos)
 

Iza
 








Voltar para Poesias com Voz



|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


 

Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.

 

Ligar e Parar

Menos Volume

Mais Volume

Locução: Sacchetti Junior

*Estes arquivos são exclusivos do site *Laur@´s Poesias
e de seus Autores. É proibida a cópia parcial ou total na Internet ou fora dela.


Créditos:Revisão de Texto: IZA / Imagem: WebShots
Webmaster & Design by Iraima Bagni/Copyright © 1999/2003 *Laur@´s Poesias®.Todos os direitos reservados.

Página editada em: 30/07/2003