Eleni Falcão


Não adianta esperar, esse mal não vai passar!
Como eu posso deixar de te amar?
Como vou poder te esquecer?

Sinto tanta falta de ti...
Que vontade tenho de encontrar-te, contigo
falar e dentro de teus lindos olhos olhar!

Ah meu amor deixaste-me doente
doente de amor... ti quero!
É algo tão especial meu amor!

Tu és encantador e me viciou
desde que tive contato contigo!
Devias andar com uma tarja preta anunciando
que causas dependência física e emocional!

Mas eu quero ser viciada, ser dependente
de ti, deve ser maravilhoso te amar,
possuir-te, beber, cheirar, lamber, sugar...
Hum... beijar-te  deve ser tão bom!

Te quero, preciso, para me curar dessa
deliciosa doença que contrai de ti chamada... amor!
Porque és doença e antídoto ao mesmo tempo!
Assim como vicia, também pode curar!
E eu preciso tanto de ti meu amor!
Por favor, volta para me dar uma chance de viver,
porque sem ti, eu com certeza morrerei!


E-mail da Autora

(Repasse com os devidos créditos)
Poesia exclusiva do site

 













*Laur@´s Poesias



Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo.
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Voltar para Poesias 4


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||



Get a MIDI Plug-in

Midi: You Needed - Site: Lorraine's Midi Page
 Sobreposição de Imagens WebSots




Editada: 27/02/2005



>


Voltar para Poesias 4


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||



Get a MIDI Plug-in

Midi: You Needed - Site: Lorraine's Midi Page
 Sobreposição de Imagens WebSots




Editada: 27/02/2005