Aconteceu!

Eu cantava pra lua
procurando por você.
Eu ofertava versos ao sol
pedindo ajuda pra encontrar você.

Eu orava a Deus
pra me colocar no caminho
em que eu pudesse cruzar com o seu.

Com a alma peregrina em noites frias,
perambulei nas alamedas da nostalgia.

Divaguei na noite.
Lamentei no dia.

Me perguntava, onde morava a felicidade?
Na agonia maldita de meus dias,
apelei por ti de mãos vazias.
Sofrendo todos os impasses,
cansada pela busca desenfreada,
dei adeus a poesia.
Fechei as portas do coração,
perdi a fé,
joguei fora as ilusões.

E no exato momento em que me despedia,
você chegou como um presente
enfeitando meus dias.
Abri as portas, soltei minha voz ao vento
dei adeus ao lamento,
beijei a lua como reconhecimento
abracei o sol como um sinal.

Acendi as luzes do firmamento,
Rabisquei seu nome junto ao meu.

Meus sentidos afloraram confirmando
É amor!

Abrace firme, abrace forte.

É seu!

Aconteceu!

Obrigada Meu Deus!

Cora Maria

(Repasse com os devidos créditos)
 










*Laur@´s Poesias






Voltar para Poesias 4


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo.

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!




Get a MIDI Plug-in

Midi: Incertidumbre Gonzalo Curiel - Imagem: Jean Paul Avise
Editada: 02/10/2009