Suzana Motta




Seu olhar quando olha nos meus olhos
penetra até o mais profundo do meu ser.

É como se fosse um vendaval,
que vai desarrumando todos os meus sentimentos
e, por onde passa deixa tudo fora do lugar.

É tão forte que tira a estabilidade 
dos recantos mais escondidos.

Nunca deixe de olhar nos meus olhos
pois, quando estou perto de você,
quero toda a instabilidade que você me dá.


(Repasse com os devidos créditos)
Poesia exclusiva do site








*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias 3


||
Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


 

Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!


 

Get a MIDI Plug-in


Créditos: Revisão de Texto: IZA/Imagem Autorizada por: "The art of Jim Warren"
Webmaster & Design by Iraima Bagni/ Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.

Editada em: 27/04/2001