Cleusa Bechelani
 


Entre todos os seres que povoam meu ser
Há dois que bandidamente brincam com minhas fantasias...

Uma linda cigana....livre....sedenta de amor...
Passeia feito louca por meus pensamentos

Cobra minha alegria, meu entusiasmo, minha libido, minha vida.
Exige o que de mais feminino possa eu apresentar...

Quer tudo por inteiro...assim completamente
Domina meu corpo e quer ser saciada a cada instante

Mas, jamais vem sozinha...

Vem acompanhada por seus próprios sonhos
e povoa-lhe os sonhos um cigano
que ela imagina que eu mesma deva encontrar
para que ela possa através de mim
se saciar.

Ela o sonha irreverentemente e passamos
as duas a sonhá-lo.
Presentificá-lo.

E sem que eu tenha domínio
lá vou eu a obedecer-lhe.

Brincamos as duas, tentamos seduzí-lo
e ele, cigana e bandidamente
aproveita-se por inteiro desta paixão.

Nos invade, nos domina e por alguns segundos
feito feitiço, me abandona.

A toma por inteiro....brincam e se amam freneticamente.
e eu, pensando ser dona de mim...
fico somente a observar.

E sem palavras, me ilimito a amar.


Poesia exclusiva do site
(Repasse com os devidos créditos)







*Laur@´s Poesias




Voltar para Poesias 3


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!



Get a MIDI Plug-in


  


Revisão de Texto: IZA
Webmaster & Design Iraima Bagni / Copyright © 1999  / *Laur@´s Poesias®
Editada em:28/10/2002