Soneto de Edson Alvarenga


Por aqui sempre passo,
A fim de recordar,
Dos beijos e abraços 
Que te dava sem cessar.

Neste cantinho tão saudoso,
Venho buscar-te ou sonhar
E em espírito voluptuoso
Vejo-te em águas banhar.

Não sabes que te procuro !
Que imploro o teu amor?!
Embora ouça o sussurro,

Teus passos ali passando,
Enquanto na minha dor
Meu pensamento vai divagando.

Direitos reservados Edson Alvarenga

(Repasse com os devidos créditos)

 







*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias 3


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo.

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!



Midi: Baile da Saudade - Imagem: Michael Wagner

Get a MIDI Plug-in

Editada: 28/08/2004