Amor é fogo que arde sem se ver
Luis Vaz de Camões


Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

(Repasse com os devidos créditos)

 

   







 

*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias 3


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||


Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!



Get a MIDI Plug-in


Imagem: Sobreposição/Webshots/ Webmaster & Design by Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. / Todos os direitos reservados.
Editada em: 18/11/2000