Fátima Irene Pinto


Você é
Sino que não retine
Rosa que não perfuma
Árvore que não dá sombra


Você é
Mão que não se espalma 
Espelho que não reflete
Semente que não germina


Você é
Caminho que leva ao nada
E também as pedras deste caminho
Que lhe fazem infinitamente sozinho

Entretanto...

Você "badalou"na minha mente
Você "perfumou"toda a minha vida
Você foi a "sombra"que eu precisava
Você passou-me vida num simples "toque de mão"
Você "refletiu-me"por um instante como ninguém antes
Você "germinou"no meu coração feito muda de grama
Você foi o "caminho"que eu gostaria de seguir eternamente
E até mesmo "as pedras"que eu carregaria bem contente...


(Repasse com os devidos créditos)

 











Voltar para Poesias 2


||
Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||





Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.

 


Get a MIDI Plug-in






Créditos: Revisão de Texto: IZA/Imagem Free WebShots/ Webmaster & Design by Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. / Todos os direitos reservados.

Editada em: 25/03/2001