Avion®

 

Escondo-me em palavras,
Palavras que nada representam.

Palavras que disfarçam meus sentimentos
Tentam encobrir que ainda sofro.

Escondo-me com gestos,
Defendo-me na distância...

Certamente é o que mais me atinge
Não te ver, não te provar e te querer tanto...

Escondo-me de mim mesma ao tentar não te sentir.

Sentimentos são cadeias doces ou amargas:

E eu não sei mais como agir e para onde ir.

Só que não posso esconder o tom da minha voz

Que se alegra ao ouvir a tua.

Os meus olhos que se iluminam em te ver,
O meu corpo que se arqueia ao pensar em ti.

Carrego em mim a tua marca
O teu gosto... 

Não te esqueço e nem quero.
É assim que vivo meus dias:

A te esperar,
Pois só tu podes alegrar o meu dia
As minhas tardes, as minhas noites...


(Repasse com os devidos créditos)













Voltar para Poesias 2



|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||








Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.


 

Get a MIDI Plug-in



 


Créditos: Revisão de Texto: IZA /Imagem Autorizada por:  Doug Lester  "Fine Art  Photography Doug Lester"
Webmaster & Design by Iraima Bagni /Copyright © 2000 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.


Editada em: 27/04/2001