Sorry, your browser doesn't support Java(tm).

DOCE ENÍGMA

Ephigênio Laguna


Indesejado desejo
De querer você.
Estar próximo
E se conter.
D’oro cabelos
Versos soltos
Ao sol, ao vento.
Cheiro de mar.
Amar o amor,
Meu ungüento.
Desafinado destino,
Meu desatino.
O violão, o som,
A voz e você.
Um mágico canto,
Utópico encontro
Da caça e o lobo.
A lucidez do louco.
Indesejado desejo
De querer você!
Paralelo somos.
Assim seremos.
Vidas gêmeas
Inexistentes.
Física lei
Do desencontro
Meu desengano.
Indesejado desejo
De querer você
Interligado-vídeo.
Amor-linkado
E absoluto.
Verde olhar,
Meu encanto.
Indesejado desejo
De querer você!!

(Repasse com os devidos créditos)

 













Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.






Voltar para Poesias 2




|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||

 

 

Get a MIDI Plug-in





Imagem: WebShots / Webmaster & Design by Iraima Bagni 
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.
Editada em: 12/08/2000