Carlos

 


Nos repetidos rituais da madrugada: 
- Visitas-me, nos meus momentos celestiais! 
Estarias no Éden ou entre os mortais? 
Entre pensamentos tais... e a amada? 

Não hesitei. Ouvi as notas musicais, 
batidas desiguais. Noite calada! 
Diante dos umbrais, mal ouvia a balada 
E a noite infinda, dizia-me: - nada mais... 

E o anjo virtual, com frases banais, repetindo: 
- Vais com teus pensamentos... só pedindo, 
Buscais entre teus murmúrios infernais? 

Os rituais, infestaram o ego denso: 
- Ancestrais, pulverizem com incenso!... 
Acordei!... Sonho intenso!... Ah! nunca mais!... 


(Proibida a cópia sem autorização)















Voltar para Poesias 2



|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||






Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.



Get a MIDI Plug-in






*****************************



Créditos: Revisão de Texto: "IZA" /  Sobreposição "Boris"
Webmaster & Design by Iraima Bagni Copyright © 1999  *Laur@´s Poesias® /Todos os direitos reservados.
Editada em: 19/02/2001