®£ulluzinh@.³



Um dia, no silêncio da rede,
minha alma encontrou outra,
que divagava, quem sabe
à procura da minha...
só sei que, em pouco tempo,
nossas almas se reconheceram
e descobriram que nunca mais
poderiam se separar...
Pois uma havia sido enviada
à outra como um presente
Um presente divino
Que Deus, em sua infinita
bondade, nos enviou
Posso falar com toda certeza,
que uma alma não vive sem a outra,
são almas irmãs, irmãs de alma,
irmãs de coração , irmãs de LUZ...
Almas gêmeas que tiveram
a felicidade de se encontrar
e se reconhecer...
Te amo, minha alma gêmea,
você é, com certeza o Ser Especial
que ilumina minha vida....


(Repasse com os devidos créditos)












Voltar para Poesias 2



|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||




Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.









Créditos: Revisão de Texto: IZA / Graphics Melode`s 
Webmaster & Design Iraima Bagni /Copyright © 1999  *Laur@´s Poesias® / Todos os direitos reservados.


Editada em:15/03/2002