Flávia.S.L.


Se eu fosse o vento,
iria roçar teu rosto de leve, num carinho...

Se eu fosse o mar,
embalaria teus sonhos, ao sabor de ondas maviosas...

Se eu fosse a areia,
seria chão para teus pés, em teu caminho...

Se eu fosse uma flor,
perfumaria tuas manhãs, mesmo as chuvosas...

Se eu fosse uma abelha,
sugaria o doce de tua boca, e teria mel...

Se eu fosse uma estrela,
brilharia nas tuas noites, e te olharia do céu...

Se eu fosse um bichinho,
aninhar-me-ia no teu colo, para assim tudo esquecer... 

Se eu fosse uma nuvem,
abriria espaço para o sol, e teu corpo iria aquecer...

Se eu fosse um anjo,
agasalhar-te-ia sob minhas asas, a te ninar e proteger...

Se eu fosse uma cor,
queria ser azul, e pintaria tua tela preferida...

Se eu fosse a noite,
beijaria teus olhos, e velaria teu sono...

Se eu fosse uma deusa,
voltaria das veredas sagradas, com algo que te fosse uno...

Se eu fosse...tudo!...
Seria muito pouco...

Mesmo sendo tanto,
não caberia em mim o sentimento que te dedico...

Assim, vou sendo só eu mesma,
tentando dar a ti o melhor de meu coração...

O que esteve sempre guardado, só esperando...

Porque és meu grande amor...
És hoje meu amor...
meu amante...
meu amigo...
"És minha vida, enfim!"

(Repasse com os devidos créditos)










*Laur@´s Poesias

 

Voltar para Poesias 1



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.

 


Get a MIDI Plug-in


Revisão: Solange Gouvêa / Imagem: Webshots /  Webmaster & Design by Iraima Bagni /
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®./ Todos os direitos reservados.
Página editada em: 4/11/2000