Pensamento

                      
                                  
    Emerson Moreira

Sinto, penso
Porém não me uno
Compreendo quase tudo
Do simples ao complexo
As formas se completam
Em minha imaginação
Não sei se estou perto
Ou dentro de mim
Sinto um hálito
Bem perto do meu rosto
Mas não existe ninguém
Perto de mim

Chove
Fico triste
Abraço-me
E me abrigo de mim mesmo
Pode ser que esteja no fim
Mas sempre acontece isso
Não sei devo insistir
Para compreender a angústia
De estar perto e longe ao mesmo tempo
Não tenho coragem de me desnudar
As portas se fecham
E as coisas importantes
Deixo-as para trás.














 









*Laur@´s Poesias

 

Voltar para Poesias 1


 

Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.





Get a MIDI Plug-in


Créditos: Imagem: Webshots / Webmaster & Design Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. / Todos os direitos reservados.

Editada em: 23/09/2000


Créditos: Imagem: Webshots / Webmaster & Design Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. / Todos os direitos reservados.

Editada em: 23/09/2000