Walter Pereira Pimentel®


Quando de ti se apossar a saudade.
Quando já não tiveres mais ânimo, vontade
E os teus olhos começarem a marejar,
Corre pro teu espelho, mira-te! Estarei dentro do teu olhar!

Verás que assim
Estarás sempre perto de mim,
Merecerás toda a minha atenção,
Ouvirás e falarás, direto ao meu coração!

A distância sei, me consome!
Torna sem graça minhas noites, meus dias,
Me faz pensar em ti, chamar teu nome.

Por isso meu coração se agita, reclama,
Não consegue esconder sua rebeldia,
Sabe que a dor virá!
A saudade só dói no coração de quem ama!


(Repasse com os devidos créditos)

 








*Laur@´s Poesias




Voltar para Poesias 1



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.



Get a MIDI Plug-in
 


Revisão de Texto: IZA/ Imagem: Gabriele Rigon Fine Art Photography"
Webmaster & Design Iraima Bagni Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.


Página editada em: 30/06/2001