(Maria Regina Canhos Vicentin)

Não existe cor, estatura, peso...
Somente imaginação e possibilidades.
Oportunidade de troca, crescimento;
Algo esperado, crido, chegado.

Não há como disfarçar o contentamento,
A curiosidade, a expectativa.
Uma conversa distraída, breve,
E vários e-mails...

A cibernética faz o mundo pequeno
E ao mesmo tempo tão vasto!
Quase não existe distância, 
E não há como dar um abraço.

(Repasse com os devidos créditos)












*Laur@´s Poesias

 

Voltar para Poesias 1



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.


 

Get a MIDI Plug-in

 


Créditos: Revisão de texto: Iza/ Imagem: WebShots
Webmaster & Design by Iraima Bagni/ Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®.
 Todos os direitos reservados.
Página editada em: 17/12/2000