Sorry, your browser doesn't support Java(tm).


Hoje despertei em teus braços,
Brisa amiga, amiga Brisa,
meu rosto, ondas,
acariciando,
cabelos em desalinho,
agitando,
busco teu rumo,
sinto teu sopro,
Brisa amiga, amiga Brisa,
vem comigo
o dia receber.

Nos ouvidos, distantes ecos
sonhos antigos, desejos apenas,
outros tempos, outros ventos,
restos, chuvas e ressacas,
confundem meus pensamentos.
Estende teus braços,
apaga, do passado, os traços
Brisa amiga, amiga Brisa,
vem comigo
o dia ver nascer.

Fecho os olhos, a luz me ofusca,
outros sentidos a me guiar,
inspiro profundamente, eterna busca,
quem sabe um dia vou encontrar,
em teus braços, meu destino,
e as razões deste querer,
Brisa amiga, amiga Brisa,
vem comigo
o dia amanhecer.


Golden

(Poesia exclusiva do site)

 








*Laur@´s Poesias


Voltar para Poesias 1



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.





Get a MIDI Plug-in


Créditos: Revisão de Texto: IZA / Imagem: WebShots
Webmaster & Design by Iraima Bagni /Copyright © 1999 / *Laur@´s Poesias® /Todos os direitos reservados.

Editada em: 18/04/2000