Ronda
(Paulo Vanzolini) 


De noite eu rondo a cidade
A lhe procurar sem encontrar
No meio de olhares espio
Em todos os bares você não está
Volto pra casa abatida
Desencantada da vida
O sonho, alegria me dá
Nele você está
Ah, seu tivesse quem bem me quisesse
Esse alguém me diria
Desiste essa busca é inútil
Eu não desistia
Porém com perfeita paciência
Volto a te buscar
Hei de encontrar
Bebendo com outras mulheres
Rolando dadinho jogando bilhar
E nesse dia então
Vai dar na primeira edição
Cena de sangue num bar da Avenida São João.

 











*Laur@´s Poesias



|| Voltar para Letras & Músicas || Menu Principal || Menu das Poesias ||





Gostou desta página?
Recomende para um Amigo!


Get a MIDI Plug-in


Créditos:
Imagem:  Webshots

Webmaster  Iraima Bagni
Copyright © 2000 &2003 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.

Arte Final & Designer
Suzana Motta

Editada em:16/11/2001