Norton




A juventude não é um período da vida.
Ela é um estado de espírito,
um efeito da vontade,
uma qualidade de imaginação,
uma intensidade emotiva,
uma vitória da coragem sobre a timidez,
do gosto da aventura sobre o amor ao conforto.

Não é por termos vivido um certo número
de anos que envelhecemos. Envelhecemos
porque abandonamos nosso ideal.

Os anos enrugam o rosto,
renunciar ao ideal enruga a alma.

As preocupações, as dúvidas, os temores
e os desesperos são os inimigos que lentamente
nos inclinam para a terra e nos tornamos
pó antes da morte.

Jovem é aquele que se admira, que se maravilha
e pergunta, como a criança insaciável: e depois?
que desafia os acontecimentos e encontra
a alegria no jogo da vida.

És tão jovem quanto tua fé,
tão velho quanto a tua descrença.
Tão jovem quanto a tua confiança em ti
e a tua esperança,
tão velho quanto o teu desânimo.

Serás jovem enquanto te conservares receptivo
ao que é belo, bom, grande. Receptivo às margens
da natureza, do homem, do infinito.

E se um dia teu coração for atacado pelo
pessimismo e corroído pelo cinismo,
que Deus então,
se compadeça de tua alma de velho.

(Repasse com os devidos créditos)

 
 





*Laur@´s Poesias



Voltar para Mensagens 1



|| Home Page || Menu Principal ||
Menu das Poesias ||




 

Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Get a MIDI Plug-in




**********************

Webmaster & Design by Iraima Bagni Copyright © 2000 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.
Revisão de Texto: "IZA"
Imagem: WebShots

Página editada em: 11/02/2001