Meu filho, sente aqui junto, ao meu lado.
A sua juventude traz saudade 
e me vejo em você, no meu passado.

Tantos sonhos eu tive, você tem.
Tanta coisa eu não quis, você não quer.
Você faz mil perguntas, fiz também.

Algumas vezes fui severo e rude 
para você fazer o que devia:
Meu filho, faça amigos, filho estude.
Meu filho, ame a vida, ame a alegria. 

Eu sei que algumas vezes não fui certo
e após o castigar também sofri.
Se eu fosse mais amigo,mais aberto,
se eu fosse menos homem, mais guri...

Se eu fosse mais amigo de você 
e pudesse correr pelas calçadas
e ver as coisas como você vê
e ter as horas mais desocupadas...

Mas não posso ser tanto, você sabe
e mesmo já me chamam de "maduro."
Mas quero que em você nunca se acabe
a firmeza e a esperança no futuro.

Meu filho, junto a mim, conte o seu medo.
Beijo-lhe a face. Dê-me o seu abraço.
Dê-me seu sonho, plano, seu segredo,
lutemos sempre juntos, passo a passo.


Fahed Daher®_
(Repasse com os devidos créditos)

 





*Laur@´s Poesias



Voltar para Mensagens 1



|| Home Page || Menu Principal ||
Menu das Poesias ||




Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Get a MIDI Plug-in

 


Revisão de Texto: IZA /Sobreposição de Imagem: WebShots
Webmaster & Design Iraima Bagni/Copyright © 1999 &2001 *Laur@´s Poesias®.Todos os direitos reservados.


Página editada em: 11/08/2001