Pra Que Mió?
Lêda Mello



Lavantu us óio pru céu
Donde u sol vai si iscondênu
Nas hora da Ave Maria
Pensamento fáis us velsus
Dessa páis doce nu peito
Du meu cantá di aligria

Vosmicê, lá da cidade,
Travêis fiqui inté cirmânu
Cuma podi acuntecê
Di nóis vivê nesses matu
Sem essas coisa di luxo
E sê filiz cuma quê!

Eu peço pra vosmicê
A minha instóra inscuitá
E adispois mi arrespondê
Si vivê qui nem nóis véve
Num é tê toda riqueza
Qui um cristão pode querê

U ranchinho adonde véve
U meu cabôco i eu
Mais parece u paraíso
Pois tem tudo qui u cristão
Mais deseja a vida intêra
Pra modi vivê di assurriso

É uma casinha branca
Toda pintada di cá
Rodeada de prantinha.
Na varanda uma redinha
Adonde nóis dois si imbala
Quânu chega di tardinha

Nóis dá duro nu trabáio
Capinando nu roçado
Cuidânu das criação
Mais tudo isso é nadinha
Quando nóis vorta pra casa
Fáis festa no coração

Nóis si banha nu riacho
Que corre bem di mansinho
C'as água qui Deus lhi deu
Dispois a noite é di nóis
Nóis isquece inté du mundu
Só meu cabôco e eu

Ele pega a viola
Qui toca cuma ninguém
Canta bunito pra mim
Fecho us óio iscuitando
Tô nu céu ou tô na terra?
Mais pareci um querubim!

Nóis ispia um pro outro
Cum oiá di bem querê...
Divagá vai si ajuntându
I quando nóis toma tento
Já tamus os dois juntim
Na redinha si amandu

E assim nóis vai vivênu
Qui nem dois anjo du amô
Dois côipo numa áima só.
Me arresponda então, sêo moço
Si nóis tem tanta riqueza
Pra que vida mais mió?

(Repasse com os devidos créditos)
 

 


:| Home |:| Poesias da Lêda |:| Poesias de Luis Lêdo |:|



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!



Get a MIDI Plug-in

Sobreposição de Imagens: Webshots
 

|:| Poeta Parceiro |:|
 


Editada em: 23/08/2003