Luis Lêdo Motta Mello


Que pena ter tão tarde te encontrado
Quando o tempo é curto, ó querida!
A existência, às vezes, dá guarida
Para um espaço de vida limitado.

Que bom! Embora escasso lado a lado,
Aproveitaremos os limites desta vida
E cada experiência concebida
Será de eternal significado.

Viveremos momentos... e instantes
Com a intensidade lírica dos amantes
E o angelical amor da descoberta.

Foi Deus quem quis assim, deu-nos a mora
Do grande amor fluir perfeito, pela demora,
Chegando tarde, porém, na hora certa.

(Repasse com os devidos créditos)

 



|:| Home |:| Poesias da Lêda |:| Poesias de Luis Lêdo |:|



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!




Sobreposição de Imagens:Webshots


|:| Poeta Parceiro |:|
 


Página editada em: 18/11/2003