Lêda Mello


Debruçada no mirante
do farol do tempo,
meu corpo é meu barco
singrando o teu mar
de marés oscilantes.


Sorvo o ar impregnado
do mistério que existe
no vaivém das ondas,
entre o luar e a aurora
dos teus caprichos.


Vejo a esteira de espuma
que o teu barco desenha,
rasgando as águas,
no oceano insondável
dos teus desejos.


Deixo que a brisa forte
que move meus sonhos
conduza o meu barco
através de mares
de águas tranqüilas,
buscando o seu rumo.


Arapiraca (AL), 05 de outubro de 2004

Repasse com os devidos créditos
 

 

 


:| Home |:| Poesias da Lêda |:| Poesias de Luis Lêdo |:|



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 


Get a MIDI Plug-in

Imagem Jean Paul Avisse - Mid: Tennessee Waltz


|:| Poeta Parceiro |:|



Editada: 05/11/2004