ANTIQUALHA
Lêda Mello
Leve camada
de pó do passado
reveste um conto,
eivando os sonhos,
assentados, inertes,
nos arquivos do tempo.
"Águas passadas não movem engenho"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
FUTURIDADE
Lêda Mello
Olhar em Antares,
presença no agora.
Viver no futuro,
dispêndio de tempo,
antevendo o imprevisto
do que há de ser.
"O futuro a Deus pertence"
 
 
 
 
 
 
PRESENCIAL
Lêda Mello
Não  torna o que foi.
Não é o que será.
O instante é fugaz.
Ser e estar
na certeza evidente
do tempo presente.
"Que você viva cada dia da sua vida"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 




|:| Home |:| Poesias da Lêda |:| Poesias de Luis Lêdo |:|



Envie esta Página para um Amigo(a)!
Clique na imagem abaixo.
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Get a MIDI Plug-in

Sobreposição de Imagens: WebShots


||Poeta Parceiro||
 


Editada em: 18/11/2003