Jose Maciel


Venha loba ferina...
recolha as suas garras
que para você não preciso
de chicote, nem de amarras.

Seja dócil para mim,
não fique indiferente,
que lhe trago como presente,
em sentido figurado,
gostoso pote de mel.

Vou servi-la às colheradas,
e elas vão representar
todo sentimento nobre,
que eu nutro por você.

Uma colher de atenção, 
em outra vai meu carinho,
e a minha emoção.
Nesta vai o meu beijinho,
repleto de frenesi,
que sinto quando estou,
bem juntinho a você.

É assim, minha dócil loba,
que eu quero lhe conquistar
Dar-lhe mel do meu potinho,
dar-lhe beijos e carinhos,
assim eu vou lhe domar.

E quando estivermos juntos,
pode afiar suas garras,
me arranhar quanto quiser
que eu não vou gemer de dor.

Muito pelo contrário, 
eu vou gritar de prazer,
com o prazer do seu amor.

(Repasse com os devidos créditos)





*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias Eróticas 1


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||






Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!

 

Get a MIDI Plug-in


Revisão de Texto: IZA / Imagem "WebShots" / Webmaster & Design by Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®.  Todos os direitos reservados.
Editada em:14 /04/2001