"Galopando"

Artur Gomes


Com espada em riste
galopamos pradarias
e lutamos ferozmente.
Por dois segundos e meio
tua fúria era louca que agarrei-me
em tuas crinas pra não cair na lama.
Mas o amor era tanto
e tanto era o prazer que quando fomos pra cama
não tinha mais o que fazer.

(Repasse com os devidos créditos)





*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias Eróticas 1


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||






Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!


Get a MIDI Plug-in


Imagem:Site Erótico/Webmaster & Design by Iraima Bagni
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.

Editada em: 02/02/2000