Corpo
        Adentro






 


















                          
Marina Colassanti


Teu corpo é canoa
em que desço
vida abaixo
morte acima
procurando o naufrágio
me entregando à deriva.

Teu corpo é casulo
de infinitas sedas
onde fio
me afio e enfio
invasor recebido
com licores.

Teu corpo é pele
exata para o meu
pena de garça
brilho de romã
aurora boreal
do longo inverno.

(Repasse com os devidos créditos)

 





*Laur@´s Poesias



Voltar para Poesias Eróticas 1


|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||






Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!
CLIQUE NA IMAGEM PARA RECOMENDAR A PÁGINA!


Get a MIDI Plug-in


Imagem:Free site erótico/Webmaster & Design by Iraima Bagni 
Copyright © 1999 *Laur@´s Poesias®. Todos os direitos reservados.
Editada em: 29/07/2000