José Antônio Gama de Souza



Sou de um amor diferente
Dócil escravo, fácil presa
Um sentimento consciente
De muito valor e nobreza

Não permite preconceitos
Não envolve distinções
Mulheres e homens aceitos
Defeitos, virtudes, razões

Do ancião à criança
Há nesta forma de amar
Muita lição e esperança
De o mundo melhorar

Tem este amor a decência
De acatar, com harmonia
O prazer da convivência
No pesar e na alegria

Como exprimir tal amor
Não ser, nos versos, prolixo,
Sintetizar tanto apreço
Como Deus no crucifixo?

Ser, lacônico, entretanto
Sem desprezar a beleza 
Sem ferir tanto encanto
Sem perder tal riqueza?

Este poder, já vos digo,
Que tem tal dignidade
É a bênção do amigo
O amor da amiz
ade!

(Repasse com os devidos créditos)











*Laur@´s Poesias



Voltar para Mensagens de Amizade



|| Home Page || Menu Principal || Menu das Poesias ||







Gostou desta Página?
Recomende para um Amigo!

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!





Get a MIDI Plug-in



Página editada em:30/09/2002